GNU/Linux

De Wiki-II

GNU é um projeto de implementação de um conjunto de aplicativos para formar um sistema operacional completo dentro do padrão POSIX. Linux é um kernel que foi iniciado independentemente do projeto GNU, mas que acabou sendo adotado por ele. Hoje em dia, os sistemas GNU/Linux são chamados apenas de Linux por simplicidade. Seu desenvolvimento e distribuição se encaixa no conceito de [[Software Livre]]. Há um grande incentivo no meio acadêmico para o seu crescimento por se enxergar no mesmo uma alternativa viável de Sistema Operacional.

Tabela de conteúdo

Por que usar Linux?

...em casa?

  • Para brincar de rede.
  • Para ver vídeos quando eles rodam muito devagar no Windows.
  • Para conhecer e estudar o código de alguns programas mais complexos.
  • Para fazer os trabalhos (quem conhece Linux geralmente considera ele

mais confortável de se programar).

  • Para usar coisas que só Linux tem (funcionando eficientemente), como

mútiplos desktops, gerenciador de processos, xkill, etc.

  • Para se habituar com ele, já que existem muitas empresas adotando

Linux.

...no trabalho?

É mais barato. Sim, isso é discutível, e é discutido. Mas muitas empresas já chegaram à conclusão de que contratar pessoal competente e treinar pessoal ainda não treinado é um investimento que dará retorno a longo prazo. Uma licença Windows + Office para um computador normal custa (em 2004) mais de R$ 1500. Vale lembrar que muitas vezes esse é o salário de quatro meses do profissional que vai estar atrás desse computador usando esse software. Mais do que isso, a licença da Microsoft está se tornando restritiva a ponto de não limitar o usuário, mas o computador. Então no momento que esse usuário fizer um upgrade significativo, a licença não vale mais, pois o computador dela não existe mais. A pirataria é uma alternativa que algumas empresas usam, mas muitas delas se arrependem. Sempre há um funcionário demitido pronto para denunciá-la para a ABES.

...no Instituto?

Porque ele já está configurado e funcionando e pronto pra ser usado. Linux está aí, está sendo usado, domina o mercado de servidores e está avançando no das estações de trabalho... Um dia você pode se ver forçado a usar Linux sem fazer idéia de onde clicar!

Laboratórios da Graduação

A distribuição usada nos laboratórios da graduação é Debian GNU/Linux Sarge. Com a exceção dos dois computadores Linux-only, que usam Gentoo. De um modo geral, se recomenda que os usuários novatos usem o Fedora Core ou o Debian, pois são as distribuições mais populares e possuem interface bem amigável de configuração. Por padrão, os computadores do laboratório bootam em Linux. Não é possível rebootar/desligar os computadores do Gentoo, pois eles não possuem Windows e servem como servidores de trabalho de propósito geral. Caso você encontre algum problema com eles, entre em contato com a admrede.

Uso

De um modo geral, alunos de computação usam o computador para jogos, Internet e trabalhos.

Trabalhos

Programação
Ferramentas como o Eclipse não estão

disponíveis, mas isso acontece porque a maioria dos editores nativos do Linux possuem vastas ferramentas de programação.

Se você estiver disposto a aprender a fundo, recomendamos que você

aprenda sobre o vi ou sobre o emacs. No entanto, o Kate, incluído no KDE, possui uma interface bastante semelhante aos editores avançados do Windows e pode ser mais interessante para começar.

Não use o Pico/Nano para programar. É como trocar uma chave de

fenda (Windows/Notepad) por uma parafusadora automática sem pilha.

Relatórios
Os computadores têm OpenOffice instalados. Os aplicativos do

OpenOffice são extremamente acessíveis para quem está habituado ao Microsoft Office, basta ter um pouco de paciência.

Se você está disposto a aprender uma nova linguagem de marcação,

LaTeX [1] é uma tecnologia de tipografia extremamente poderosa e produz documentos em PDF visualmente muito mais agradáveis.

Edição de Imagens
O Gimp é "o" editor de imagens do Linux. Ele possui comandos

avançados baseados no Photoshop. De um modo geral, você vai fazer as coisas que precisa clicando com o botão direito nele.

Internet

Web
O Mozilla Firefox é o browser mais compatível. No entanto,

existem muitas opções alternativas. No caso do KDE, o Konqueror é um browser rápido e eficiente. No caso do Gnome, existe o Epiphany, um browser baseado no Gecko.

Se você quer simplesmente verificar alguma coisa rápida, existem

opções surpreendentemente eficientes. O Lynx e o Links são as mais famosas. Ambos são browsers de modo texto, mas o Links tem uma extensão gráfica que em muitas páginas se faz passar por um Gecko ou um Internet Explorer perfeitos.

E-mail
Existem diversos clientes de e-mail disponíveis, como o Mozilla

Thunderbird e o Evolution, que são bastante poderosos agradáveis de utilizar.

Naturalmente, existem as opções de modo texto, sendo o pine o

mais famoso e amigável.

ICQ
A opção mais eficiente é o Licq, o primeiro port para Linux dos ICQs

da década de 90. Ele é eficiente, compacto e funcional. O Licq se encontra instalado nas máquinas da graduação.

MSN
Você pode entrar no MSN pelo Gaim, mas a melhor alternativa ainda é o

aMSN, que infelizmente não está instalado. Você pode consegui-lo no site, no entanto, se estiver disposto a sacrificar 5MB da sua cota de usuário.

GAIM
Uma opção mais "poderosa" de cliente é o Gaim, que originalmente era

um cliente apenas de AIM mas hoje já suporta todos os principais protocolos de mensagens instantâneas, inclusive o ICQ e o MSN, e mais alguns. Este está instalado apenas nas máquinas grad41 e grad61.

Jogos

Não é permitido jogar nos laboratórios da graduação. Divirta-se

em casa ou no Dacomp. A variedade de jogos para Linux é reconhecidamente pequena. Apesar disso, existe uma vasta gama de jogos casuais, muitos deles incluídos entre as aplicações padrão do Gnome e do KDE. Se você está interessado em "power games", existem algumas opções:

  • Quake (1, 2 e 3)
  • Freeciv (baseado no Civilization)
  • Stratagus / Freecraft (baseado em Warcraft)
  • Unreal Tournament
  • Neverwinter Nights
  • Homeworld
  • entre outros...

Interfaces Gráficas

Uma coisa muito interessante no linux é a possibilidade de usar diferentes interfaces gráficas (ou mesmo não usar nenhuma XD). Elas são extremamente personalizáveis e visualmente agradáveis (embora algumas sejam um tanto pesadas). * blackbox

windows 95/98

desenvolvimento.

Ferramentas pessoais